Ensaio

O nascimento do homem

Canto_tallado_1-Guelmim-Es_Semara

O ser humano, diferentemente dos outros animais, constrói instrumentos. Apesar de simples, o gesto de fazer uma lasca, colocado em seu contexto, denota ímpeto fecundo e genialidade criativa, marcas dessa espécie que é o ser humano. Com a lasca, o homem criou a invenção, expressão da liberdade trivial do ser humano, e lançou a base sobre a qual vai se levantar a transcendência. Liberdade e transcendência são a essência da arte.

O homem moderno, cujo comportamento é dominantemente cultural, se diferencia do ser humano da pré-história, que se comportava com boa parte de seus instintos. Com a lasca ele começou a fazer cultura e se afastar dos instintos. Lasca é produto humano, é cultura.

A pedra lascada do início da humanidade (cerca de 2,6 milhões de anos) era ferramenta que servia para picar, rasgar e macerar a carne da caça, para quebrar ossos e sementes. Fonte da imagem: http//commons.wikimedia.org/wiki/File:Canto_tallado_1-Guelmim-Es_Semara.jpg.

 

Rose Meditative-Salvador Dali

A “Rosa Meditativa” (1958) de Salvador Dalí situa-se, em todos os sentidos, no extremo oposto contemporâneo da pedra lascada. Fonte da imagem: http//galerialonghi.com.br/blog/rosa-meditativa-1958-salvador-dali/.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s